APLICAÇÃO COMPLEMENTAR DE MANGANÊS EM SOJA TRANSGÊNICA

Murilo Vilela Potrich, Debora Curado Jardini

Resumo


Com o crescente advento do plantio da soja transgênica (Roundup Ready®), passou-se a observar um amarelecimento das folhas da soja transgênica após as aplicações de glifosato. Esse sintoma pode estar relacionado a uma deficiência induzida de manganês ocasionada pela aplicação do herbicida. Dessa maneira, objetivou-se avaliar o efeito da aplicação foliar de manganês em diferentes estádios fenológicos sobre as características morfológicas e produtivas da soja transgênica. O experimento foi desenvolvido no município de Feliz Natal/MT na safra 2017/2018. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com quatro tratamentos e cinco repetições, sendo eles: T1 - aplicação do Mn via foliar no estádio fenológico V3, isoladamente antes da aplicação de glifosato; T2 - aplicação do Mn via foliar no estádio fenológico V4 junto com glifosato; T3 - aplicação do Mn via foliar no estádio fenológico V5 após aplicação de glifosato; e T4 - testemunha sem aplicação de Mn via foliar. As avaliações foram realizadas no final do ciclo da cultura (R4 e R8) sendo avaliadas: altura de plantas (cm), número de vagens por planta, número grãos por planta, peso de 1000 grãos (g) e produtividade (kg/ha-1). A aplicação complementar de Mn na soja transgênica não apresentou efeito significativo nas características morfológicas das plantas (altura, numero de vagens e grãos por planta). Já a produtividade e o peso de 1000 grãos tiveram influência com a aplicação complementar de Mn, sendo esse efeito independente da época de aplicação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.