DESEMPENHO AGRONÔMICO DAS CULTURAS DA ALFACE E CENOURA EM CULTIVO SOLTEIRO E CONSORCIADO

Lethicia Souza Ferracin, Priscila Ariane Silva Campos, Debora Curado Jardini

Resumo


A consorciação de culturas tem sido uma das formas de aumento da produtividade e lucro por unidade de área entre os pequenos agricultores, pois, além de permitir o cultivo de duas ou até mais culturas utilizando a mesma área, maximiza a utilização dos recursos naturais. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade econômica da produção de alface e cenoura em cultivo solteiro e consorciado, sob manejo orgânico.O experimento foi realizado no campo experimental do Centro Universitário de Várzea Grande, MT, no período de agosto a dezembro de 2017. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados, com quatro tratamentos e seis repetições. Os tratamentos foram constituídos por uma cultivar de alface consorciada com uma de cenoura, sendo: T1) Alface americana em monocultivo; T2)Alface americana consorciada com cenoura T3) Cenoura em monocultivo; T4) Cenoura consorciada com alface americana. As avaliações na cultura da alface foram realizadas 48 dias após o transplante, sendo que a característica avaliada foi a produtividade comercial (g/planta). Já as avaliações na cultura da cenoura foram realizadas 90 dias após o plantio onde foram avaliadas as seguintes características: produtividade comercial (g) e comprimento da raiz (cm). E para avaliar a viabilidade econômica do consórcio utilizou-se o Índice de equivalência de área (IEA), sendo obtido a partir dos dados de produtividade de cada uma das culturas. A produção da alface foi superior ao da cenoura independente do sistema de cultivo, ou seja, tanto em cultivo solteiro (com a média de 104,16 g) ou consorciado (111,25 g) a cultura da se sobressaiu. O comprimento de raiz da cenoura ficou dentro dos padrões comerciais independente do sistema de cultivo. O valor de IEA de 2,10 indica a viabilidade agroeconômica do consórcio alface x cenoura, proporcionando ao produtor uma opção de melhor utilização da área e, consequentemente, aumento de renda.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.