CIRURGIÃO-DENTISTA: UM ALIADO CRUCIAL NA IDENTIFICAÇÃO DE ABUSO INFANTIL

Autores

  • Daniel Dorilêo Cardoso
  • Ester Heissler Oliveira
  • Isadora Dias Porfírio
  • Lívia Caroline Correia Duarte
  • Luíza Del Corso Lopes

Resumo

Objetivo: O objetivo deste trabalho, através de uma revisão de literatura, é descrever os sinais de agressões físicas presentes na cavidade oral, as formas de abuso e mensurar a importância do cirurgião-dentista no diagnóstico e notificação. Método: Foi realizado um levantamento bibliográfico através de palavras-chaves pesquisadas no Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): abuso infantil, cirurgião-dentista, diagnóstico e notificação. A busca dos artigos ocorreu nas bases de dados eletrônicas: PUBMED, Scielo, BVS e Google Acadêmico. Os critérios de inclusão adotados foram os artigos publicados em inglês, português e espanhol e publicados entre 2015-2023, e os artigos que não tinham o texto completo disponível foram excluídos. Resultado: Deste modo, conclui-se que os principais indícios de abuso infantil frequentemente se manifestam em áreas intra e extraorais, incluindo sinais comuns como contusões e/ou lacerações na cavidade oral, dentes com mobilidade ou fraturados, traumas físicos como ferimentos, sangramentos, lábios e língua machucados, hematomas pelo corpo, infecções por Neisseria gonorrhoeae e Treponema pallidum, petéquias no palato, bem como queimaduras e dentes com alterações de cor indicando necrose pulpar. Além disso, vítimas de maus-tratos exibem alterações comportamentais, como medo, rebeldia e apatia. Conclusão: Portanto, é evidente a necessidade de os cirurgiõesdentistas adquirirem um maior conhecimento sobre o assunto, a fim de aprimorar suas habilidades na identificação, diagnóstico de lesões e denúncia, contribuindo para que tais incidentes não fiquem impunes.

Palavras-chave: Abuso Infantil; Cirurgião-dentista; Diagnóstico; Notificação.

Downloads

Publicado

2024-02-29

Edição

Seção

Artigos